Melhores exercícios para pessoas com esclerose múltipla

O dia 30 de maio é marcado por ser o Dia Mundial da Esclerose Múltipla (EM). A doença afeta 2,5 milhões de pessoas no mundo, sendo 35 mil brasileiros. E a data relembra a importância de se discutir hábitos que melhoram a qualidade de vida de indivíduos com esclerose múltipla, como a prática de exercícios.

A doença provoca lesões no sistema nervoso central (cérebro, nervos ópticos e medula espinhal), e é causada por uma reação autoimune do organismo. Os sintomas costumam incluir formigamento, adormecimento, fraqueza em um ou mais membros, perda de equilíbrio e visão embaçada ou dupla.

Além disso, ela possui maior prevalência em pessoas de 20 a 50 anos de idade. Sem contar que afeta majoritariamente as mulheres.

Importância do exercício físico para pessoas com esclerose múltipla

A fadiga é um dos principais sinais que aparecem nos pacientes com essa doença. Por isso, a prática de atividades físicas é essencial, uma vez que promove inúmeros benefícios para o corpo. Entre eles, podemos incluir a melhora do humor, o controle da bexiga, o aumento da força e a construção de ossos mais fortes.

De acordo um estudo publicado no Journal of Sports Medicine and Physical Fitness em 2014, oito semanas de exercícios aquáticos ajudaram a melhorar a qualidade de vida e a diminuir a percepção de fadiga em mulheres com EM.

Antes de mais nada, é importante ressaltar que pessoas com esclerose múltipla devem buscar avaliação médica ao iniciar qualquer exercício.

Exercícios para quem tem esclerose múltipla

Prancha isométrica

  1. Apoie os cotovelos no solo e deixe-os abertos na largura dos seus ombros. Além disso, alinhe a coluna e o quadril;
  2. Eleve os joelhos, tirando-os do solo. Em seguida, adote uma postura totalmente estendida e alinhada da cabeça até os calcanhares;
  3. Assim, permaneça nessa posição o tempo que conseguir, sempre contraindo o abdômen como se tentasse encostar o umbigo nas costas.

Flexão de quadris e joelhos

  1. Deite com a barriga para cima. Apoie os pés no chão;
  2. Em seguida, realize uma flexão dos quadris e joelhos e, depois, retorne;
  3. Lembre-se de manter os pés totalmente apoiados numa base. Assim, é possível trabalhar toda a musculatura do quadríceps e isquiotibiais.

Superman

  1. Deite-se de barriga para baixo e mantenha os braços esticados para cima;
  2. Depois, tire pés, joelhos, ombros e peito do chão;
  3. Enquanto se mantém na posição, olhe para baixo. Com cuidado, volte ao ponto inicial.

Abdução do quadril

  1. Fique em pé e amarre um elástico em um apoio firme e em uma das pernas;
  2. Em seguida, dê um passo para a lateral, e passe a perna com o elástico por trás da outra (a de apoio);
  3. Mantenha o corpo reto, contraindo o abdômen e mantendo o joelho estendido;
  4. Faça o movimento com o glúteo contraído;
  5. Volte devagar.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 − três =