Puerpério: o que é, quais as suas fases e cuidados

O nascimento de um filho geralmente traz muita alegria para a família. É natural, então, que os holofotes se voltem para o novo integrante, que necessita de cuidados especiais. Contudo, a nova mamãe passa por tantas transformações que também deve receber atenção. A fase é chamada de puerpério, e é tão importante que pode definir os próximos anos da mulher. Confira tudo sobre o assunto:

O que é puerpério?

Período de intensas transformações físicas e psicológicas nas mulheres em um curto espaço de tempo. De acordo com a literatura médica, ele começa após o nascimento da criança e dura até que alterações sistêmicas e locais provocadas pela gestação e pelo parto voltem ao “normal”.

Para os estudiosos, essa etapa costuma fortalecer a relação entre a mãe e o bebê. Mas, ao mesmo tempo, pode provocar um aumento na insegurança em relação aos cuidados necessários para garantir a saúde do recém-nascido.

3 – Puerpério remoto

Começa a partir do 43º dia. Hora de pensar em algum método anticoncepcional, já que a ovulação tende a normalizar. Ficar de olho na saúde mental da mulher nesse período é de extrema importância, visto que o diagnóstico de uma possível depressão pós-parto é o primeiro passo para um tratamento adequado.

Mudanças físicas

Resumidamente, os sintomas físicos que podem aparecer devido ao puerpério são:

  • Mamas mais duras, por estarem cheias de leite;
  • Barriga inchada e rígida e possível afastamento dos músculos do abdômen (diástase abdominal, veja como revertê-la);
  • Sangramento vaginal;
  • Cólica;
  • Desconforto na região íntima e incontinência urinária;
  • Prisão de ventre.

Mudanças psicológicas

Além das alterações físicas, as transformações psicológicas e emocionais também acontecem a todo vapor. Afinal, as preocupações com o bebê, as noites mal dormidas, a pressão para “dar conta” da maternidade e até outros problemas externos influenciam, e muito, na qualidade de vida da nova mãe.

Tudo isso é chamado de puerpério emocional. Desse modo, receber a assistência necessária para passar por esse processo é fundamental para a mulher não desenvolver uma depressão pós-parto.

As características do puerpério emocional são:

  • Insônia;
  • Cansaço (ou exaustão);
  • Medo de não dar conta;
  • Diminuição da libido;
  • Oscilação de humor.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete − 16 =