Pular corda: Erros que podem causar dores e lesões

Apesar de ser uma brincadeira muito comum na infância, pular corda também é um ótimo exercício para se manter em forma e perder calorias, além de ser acessível. No entanto, quando o exercício não é feito da forma correta, podem ocorrer dores e lesões.

Portanto, se você deseja adicionar pular corda na sua rotina fitness, saiba quais são os erros que devem ser evitados:

Curvar os ombros 

Para tornar a atividade mais fácil, muitos tendem a encolher os ombros. Entretanto, isso pode causar dor no pescoço e na região superior das costas. Portanto, mantenha uma postura ereta, com os ombros para trás e afastados das orelhas e engatando as omoplatas.

Isso ajudará a melhorar o alinhamento de toda a coluna enquanto você estiver pulando. Assim, se continuar difícil, você precisará de uma corda mais longa.

Não alinhar a coluna

Ao pular corda, diversas partes do corpo ficam móveis ao mesmo tempo e você pode esquecer de alinhar a coluna, o que contribui para as dores nas costas. O ideal é que seu corpo esteja em uma linha reta da cabeça aos pés, sem que nenhuma parte do corpo fique desalinhada.

Envolva seu tronco ao pular e pense em puxar o umbigo em direção à coluna. Isso ajudará a manter seu corpo alinhado. 

Olhar para o chão

Conforme você se cansa, é comum se inclinar e olhar para o chão enquanto pula. Contudo, olhar para a corda à medida que você se cansa pode causar tensão ou desconforto no pescoço e na parte superior das costas.

Para impedir que isso aconteça, enquanto estiver pulando, mantenha a cabeça e o pescoço alinhados com o resto da coluna. Você também pode dobrar levemente o queixo para ajudar a proteger o pescoço da tensão.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove − 7 =